A SAGA CREPÚSCULO

Esse blog é pra minha filha Lana Tyler, para que ela tenha sempre uma lembrança de uma fase super legal da vida dela...onde personagens de livros e filmes se transformam nos seus amores de verdade.
Ela ama a Saga Twilight e é totalmente Team Edward.
Tem fotos, trechos dos livros e fotos do Robert Pattinson que ela amaaaaaaaa.

TWILIGHT

Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

CREPÚSCULO - EDWARD E BELLA NO QUARTO DELE




Posted by Picasa


TRECHOS DO LIVRO CREPÚSCULO - CAPÍTULO 15

"“Você quer ver o resto da casa?”
“Não tem caixões?”, eu verifiquei, o sarcasmo na minha voz estava escondendo a
verdadeira ansiedade que eu sentia.
Ele sorriu, pegando minha mão, me levando pra longe do piano.
“Sem caixões”, ele prometeu.
Nós subimos a enorme escadaria, minha mão passando pela superfície delicada do
corrimão. O longo corredor que se seguia ás escadas era revestido com uma madeira
cor de mel, a mesma das madeiras do chão.
“O quarto de Rosalie e Emmett... o escritório de Carlisle... o quarto de Alice”, ele fazia
gestos enquanto passávamos pelas portas.
Nós teríamos continuado, mas eu parei no fim do corredor, olhando incrédula para o
ornamento pendurado na parede acima da minha cabeça. Edward deu uma gargalhada
por causa da minha expressão.
“Você pode sorrir”, ele disse. “É mesmo um pouco irônico”.
Eu não ri, minha mão levantou automaticamente com um dedo erguido para tocar a
grande cruz de madeira. A sua madeira escura contrastava com o tom claro das
paredes. Eu não toquei, apesar de estar muito curiosa pra saber se ela era tão suave
ao toque quanto parecia ser aos olhos."


TRECHOS DO LIVRO CREPÚSCULO - CAPÍTULO 16


"Nós paramos na frete da última porta do saguão.
“Meu quarto” Ele informou, abrindo-o e me puxando para dentro.
Seu quarto tinha na parte sul, uma janela parede-feita sob medida pra um grande
quarto. Ele tinha como toda a casa muitos vidros, a paisagem era para baixo, evitando
o sol que refletia no rio, atrás tinha a intacta floresta e a extensão da Olympic
Mountain, as montanhas estavam fechada há muito tempo. Na parede oeste tinha
pôster e mais pôster de CDs, o seu quarto era melhor que uma loja de CD, em um
canto tinha um sofisticado microsystem, do tipo que eu não tocaria porque claro que
iria quebrar algo. Não havia cama somente um sofá de couro preto. O chão era
coberto por um grande tapete dourado, as paredes eram escuras."

"“Um sorriso fraco apareceu em seus lábios e ele assentiu, Eu odeio estourar sua bolha, mas você não é realmente tão assustador como você pensa, eu não o encontro perigo em tudo” Eu menti casualmente.
Ele parou levantando e sua sobrancelha provavelmente incrédulo, então um sorriso
brilhoso, largo e perverso apareceu.
“Você realmente não devia ter...“Você realmente não devia ter dito isso” Ele sorriu.
Um som baixo na parte de trás da sua garganta; seus lábios ondularam para trás sobre
seus dentes perfeitos. Seu corpo deslocou de repente, metade do seu corpo abaixouse,
enrijecido como um leão próximo de uma presa.
Eu suportei me afastado dele.
"Você não deseja."
Eu não o vi saltar em mim, ele foi muito rápido, eu me encontrei repentinamente se ar,nós nos chocamos contra o sofá, batemos na parede e seus braços formaram uma
proteção ao redor de mim, eu estava me sentido claramente empurrada, mas estava
fazendo um esforço para me sentir bem. O que ele tinha, ondulando-me em uma
esfera de encontro a sua caixa, prendendo-me mais firmemente do que correntes do
ferro. Eu estava satisfeita por ele está alarmado, mas ele parecia bem controlado, seu maxilar relaxou, ele sorriu, seus olhos brilharam com humor.
“Você estava dizendo?” Ele disse travesso.
“Que você é muito, muito terrivelmente monstruoso”. Eu disse com sarcasmo
perturbando a minha voz.
“Muito melhor” Ele aprovou.
“Hum” Eu sugeri. “Você pode sair de cima agora?”
Ele só gargalhou."

Nenhum comentário:

Postar um comentário